Top de autores

Viernes 15 de noviembre 2019   BUSQUEDA
   
   
Nunes Alves de Sousa Milena, da Costa  Anacleto Estrela Yoshyara, Costa Rezende Ariany Cibelle, Ferreira Guedes Anderson, de Oliveira Pereira Charlene.
Estresse e correlatos com características de saúde e sociodemográficas de estudantes de medicina
CES Medicina 2018; 32(3)  : 215-225

Resumen
 

Introdução: O estresse é uma resposta inespecífica do organismo mediante uma pressão exercida sobre ele, suas reações fisiológicas são chamadas de “síndrome de adaptação geral”, dividida em três fases: alerta, resistência e exaustão.

Objetivo: Analisar as fases do estresse e seus correlatos com características de saúde e demográficas de estudantes de medicina de uma faculdade do interior da Paraíba.

Método: Pesquisa de caráter descritivo, transversal, com abordagem quantitativa, teve como cenário de estudo uma Instituição de Ensino Superior (IES) localizada no sertão paraibano. A amostra foi composta por 138 alunos do curso de Medicina da IES.

Resultados: 21,02% dos acadêmicos não apresentam estresse e 78,98% apresentam: 0,72% encontramse na fase de alerta; 61,59% na de resistência; 16,67% na de exaustão. Correlacionando os fatores de saúde e sociodemográficos, constatouse que os alunos do sexo feminino, sem bolsa de estudo, que pensam em desistir do curso, tomam medicamento e que não procuram tratamento psicológico possuem maiores pontuações de estresse nas fases de resistência e exaustão.

Conclusão: É necessário incorporar estratégias, como serviços de apoio psicológico, que possibilitem aos acadêmicos a lidar com essa realidade de forma adaptativa, valorizando e reconhecendo seus limites.


Palabras clave: Estresse, estudantes de medicina. Saúde.
Este artículo ha sido visitado 132 veces.
   
Septiembre-Diciembre
Números anteriores

 

Urge tu vital apoyo

Indice

Lo más leído